Na Rússia, oito pessoas morrem após ingestão de desinfetante

Oito pessoas morreram depois de beber desinfetante para as mãos numa festa particular na Rússia, após a bebida ter acabado.

A oitava vítima

Entre os mortos estão os pais de cinco filhos, agora órfãos.

A mãe das crianças, que tinha 48 anos, foi a última a morrer na quinta-feira após beber o desinfetante para as mãos que continha álcool de uso industrial.

Na Rússia, oito pessoas morrem após ingestão de desinfetante
Foto:(reprodução/internet)

O desinfetante à base de metanol causou graves ferimentos internos que eventualmente levaram à sua morte.

Um dos participantes conseguiu escapar

Ao lado da mulher já morreram seu marido e quatro outros homens com idades entre 28 e 69 anos, além de outra mulher de 41 anos e outra pessoa cuja idade e sexo não foram divulgados.

Houve também uma outra pessoa que ingeriu o produto e que felizmente escapou. Ela perdeu a visão.

Todas as oito pessoas que morreram estavam presentes numa festa em uma casa na vila de Tomtor, na República Sakha da Rússia.

Produto adulterado

O desinfetante que beberam continha até 69% de metanol, que é um álcool industrial que pode ser usado para muitos fins, incluindo combustível, pesticida e como solvente.

Na Rússia, oito pessoas morrem após ingestão de desinfetante
Foto:(reprodução/internet)

Ao contrário do etanol, que é comum como álcool base para vinho, cerveja e destilados, o metanol é altamente tóxico para os humanos.

Apenas 3,5 por cento de metanol é permitido em produtos desinfetantes para as mãos.

Leia também: Mãe acusada de injetar urina em filha deficiente é considerada inocente

Origem do material

Alexander Kalinin, um empresário da região de Sverdlovsk, foi preso sob suspeita de fornecer o desinfetante, que foi encontrado em prédios públicos como escolas, jardins de infância, prisões e outros estabelecimentos comerciais.

Kalinin, de 44 anos, está atualmente em prisão domiciliar enquanto é investigado. Se for considerado culpado, ele pode pegar até seis anos de prisão.

Na Rússia, oito pessoas morrem após ingestão de desinfetante
Foto:(reprodução/internet)

Até agora, a polícia apreendeu cerca de 4.800 litros do desinfetante para as mãos, mas acredita-se que haja mais por aí.

Como a substância age dentro do corpo

O metanol mata humanos porque é processado e transformado em ácido quando entra no corpo. Esse ácido então entra na corrente sanguínea e ataca o tecido, causando grandes danos.

Os sintomas incluem tontura, dor abdominal intensa, mania e amnésia, visão turva, alucinações, insuficiência cardíaca e renal e sangramento interno.

Na Rússia, oito pessoas morrem após ingestão de desinfetante
Foto:(reprodução/internet)

A longo prazo, pode levar ao coma ou até a morte, e aqueles que conseguem sobreviver ao ataque inicial ficam cegos.

As autoridades russas reagiram emitindo um alerta às pessoas, orientando a não beberem desinfetante para as mãos.

Traduzido e adaptado por equipe Jovem Online
Fonte: Ladbible