Suprema Corte dos EUA rejeita ação republicana contra resultado da eleição

A Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou uma ação legal lançada pelos republicanos em uma tentativa de mudar o resultado da eleição em favor de Donald Trump.

Afirmações infundadas

O desafio, lançado pelo congressista americano Mike Kelly, tentou invalidar 2,5 milhões de cédulas de correio na Pensilvânia.

Kelly tentou argumentar que as cédulas pelo correio eram ilegais de acordo com a lei estadual, que foi alterada em 2019.

Suprema Corte dos EUA rejeita ação republicana contra resultado da eleição
Foto:(reprodução/internet)

Donald Trump fez várias afirmações infundadas de que venceu na Pensilvânia, bem como em outros estados.

Ataque a democracia americana

Ironicamente, a antiga disputa republicana na Pensilvânia introduziu uma regra de ‘sem desculpas’ no ano passado, que dava condições para que os eleitores votassem sob qualquer motivo através de cédulas enviadas pelos correios. Neste desafio da Suprema Corte, os republicanos tentaram alegar que essa regra violava a constituição do estado, de acordo com a Reuters.

Suprema Corte dos EUA rejeita ação republicana contra resultado da eleição
Foto:(reprodução/internet)

Em um movimento separado para alterar os resultados da votação de 3 de novembro, o Texas pediu à Suprema Corte dos Estados Unidos que ordenasse os resultados das votações na Geórgia, Michigan, Pensilvânia e Wisconsin.

Leia também: Joe Biden tem maior aprovação do que Trump teve nos últimos quatro anos

Foi anunciado como uma ‘jogada legal de longo alcance’ dos republicanos, no entanto, autoridades desses quatro estados disseram que o desafio era um ataque à democracia americana.

Suprema Corte dos EUA rejeita ação republicana contra resultado da eleição
Foto:(reprodução/internet)

Vitória com folga

O procurador-geral da Pensilvânia, Josh Shapiro, um democrata, escreveu no Twitter: “Esta eleição acabou. Devemos continuar a impedir esse circo de ‘processos’ e seguir em frente”.

Suprema Corte dos EUA rejeita ação republicana contra resultado da eleição

Joe Biden já foi declarado o vencedor das eleições americanas de 2020 depois de ganhar 306 votos eleitorais, muito mais do que os 270 necessários para assumir a Casa Branca.

Em comparação, Donald Trump recebeu 232 votos.

Traduzido e adaptado por equipe Jovem Online
Fonte: Ladbible