Foto de Winston Churchill some misteriosamente do Google

ANÚNCIO

O Google diz que está investigando por que uma foto do líder da Grã-Bretanha na Segunda Guerra Mundial, Winston Churchill, desapareceu da lista de resultados de busca em meio à polêmica sobre seu histórico de racismo.

Google afirma que foi “sem querer”

A gigante da tecnologia disse que a remoção da foto de sua lista horizontal no topo dos resultados de pesquisa de ex-primeiros-ministros do Reino Unido foi devido a uma atualização automática e “não intencional”, mas pediu desculpas “por qualquer problema”.

ANÚNCIO

Ela disse que a omissão se aplica apenas à lista do chamado grafo de conhecimento e que muitas imagens de Churchill ainda são facilmente encontradas em seu mecanismo de busca.

Foto de Winston Churchill some misteriosamente do Google
Foto:(reprodução/internet)

“Estamos cientes de que uma imagem de Sir Winston Churchill sumiu da lista de buscas do Google”, disse o responsável pela ferramenta de busca da empresa no Twitter.

Pedimos desculpas por qualquer porblema. Isso não foi intencional e será resolvido. As imagens nesses painéis são criadas e atualizadas automaticamente. Durante uma atualização, elas podem desaparecer brevemente”.

ANÚNCIO

O comunicado acrescentou que sua foto seria restaurada à lista o mais rápido possível.

Políticos britânicos conservadores repudiam o fato

Mas os políticos britânicos de centro-direita condenaram a ação.

“Surpreendente se esta for uma política deliberada, @Google”, disse o parlamentar conservador Simon Clarke.

“A Europa Ocidental quase certamente seria escravizada se não fosse pelo homem cuja foto agora está ausente”.

Monumento do ex-ministro é vandalizado durante protesto anti-racista

O herói do tempo de guerra da Grã-Bretanha se tornou o centro da controvérsia depois que um protesto do Black Lives Matter em Londres no fim de semana passado com sua estátua fora do Parlamento sendo marcada com a palavra “racista”.

Foto de Winston Churchill some misteriosamente do Google
Foto:(reprodução/internet)

Embora a ação tenha sido amplamente condenada, ativistas anti-racistas destacaram a intolerância e a discriminação de Churchill.

Alguns citam sua defesa do “gás venenoso” contra as tribos rebeldes do Oriente Médio. Os críticos também argumentaram que suas políticas provocaram a morte de milhões durante a fome na Índia em 1943.

Grupos de extrema direita reagem

A estátua de Churchill em Londres foi agora fechada em uma medida que o atual primeiro-ministro Boris Johnson descreveu como “vergonhosa”.

Foto de Winston Churchill some misteriosamente do Google
Foto:(reprodução/internet)

A violência irrompeu na cidade quando os autointitulados “patriotas” e grupos de extrema direita se reuniram para proteger os monumentos.

Conflitos com a polícia resultaram em 100 prisões e seis policiais feridos.

 

Traduzido e adaptado por equipe Jovem Online
Fonte: 9news

ANÚNCIO