Dicas para faturar com venda de produtos importados

Vender produtos importados é uma boa maneira de conseguir uma renda extra. É possível, inclusive, ter esta como a maior fonte de renda, tanto que muitas pessoas hoje em dia vivem disso. Neste artigo, vamos listar algumas dicas para faturar com a venda de produtos importados.

Então, se você está pensando em uma forma de ganhar renda extra, vai descobrir nos próximos parágrafos como lucrar vendendo produtos importados e, mais que isso, começar a ganhar dinheiro online, sem precisar sair de casa ou aturar patrão “mala”. Vamos lá?

produtos importados
Foto: (reprodução/internet)

É possível lucrar com venda de produtos importados?

Sim. A venda desses produtos pode trazer muito lucro até para quem não tem muita experiência no ramo — contanto que tenha muita dedicação e aproveite as dicas dispostas aqui para tornar as vendas de produtos importados a sua mais nova fonte de renda extra e lucrar mais no fim do mês.

Afinal, o segmento de e-commerce (comércio eletrônico) tem crescido exponencialmente nos últimos anos. Isso porque muitas pessoas estão buscando formas de ganhar dinheiro online para deixar os empregos formais ou, ainda, driblar os números do desemprego que assombra hoje o país.

Logo, se você é uma dessas pessoas e quer saber como ganhar dinheiro na internet, isto é, sem precisar sair de casa, abaixo é possível encontrar dicas para faturar com venda de produtos importados.

ANÚNCIO

Confira as melhores dicas para lucrar com venda de produtos importados

Tenha um público-alvo

Para ter sucesso nessa empreitada e começar a ganhar dinheiro online como forma de renda extra, é preciso escolher um público-alvo. Um vendedor que não tem um público definido pode não saber que produtos esse público precisa. Com isso, pode acabar não lucrando.

Em qual faixa de idade esse público está? Os produtos a serem vendidos são mais usados por determinado gênero? Qual é a faixa de renda do público-alvo? Quanto ele pode pagar? Responder a essas perguntas é ideal para iniciar o projeto de e-commerce e começar a faturar com a venda de produtos importados.

Siga as leis para vender produtos importados

Não há problema em vender produtos importados, contanto que as leis de importação estejam sendo duramente seguidas. O não cumprimento das leis pode trazer prejuízos para a pessoa e para seu negócio. 

Além de artigos na internet, é possível contar com a ajuda do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), acessando o site oficial. O Sebrae também oferece cursos gratuitos. Por isso, não deixe de consultar o serviço antes de iniciar as vendas e começar a ganhar uma renda extra com produtos importados na internet.

Encontre bons fornecedores

Encontrar um fornecedor confiável pode ser uma tarefa difícil para quem não pesquisa. Hoje em dia há serviços que são colocados no lado negativo da balança e outros que são colocados no lado oposto. 

Existem alguns fornecedores que são tidos como excelência, como por exemplo AliExpress, que vende produtos variados em quantidades menores; o Alibaba, que vende produtos variados em quantidades maiores.

Conheça outros bons fornecedores:

  • GearBest, que vende produtos diversos com foco em eletrônicos;
  • MiniInTheBox, que vende produtos variados;
  • TinyDeal, que vende produtos variados.

Antes de comprar o produto, é recomendado olhar as avaliações para saber como ele costuma chegar para os clientes. Isso proporciona um maior grau de segurança.

Além disso, é importante verificar as taxas para envio para o Brasil e é recomendado, no início, não fazer transações muito altas para a própria segurança do comprador. Esse cuidado será crucial para evitar problemas futuros com o seu negócio online e torná-lo a sua melhor fonte de renda extra.

Escolha a forma de importação

Há quatro formas de importação, que são a dropshipping, importação direta, trading e importa fácil. No primeiro caso, o lojista, quando o cliente compra o produto, faz o pedido para o fornecedor, que entrega direto ao cliente.

Na importação direta o lojista compra a mercadoria e estoca, para então, quando houver uma compra, enviar ao cliente. O trading é feito com a mediação de uma outra empresa. Sai mais caro, mas é bom para quem está começando.

A importa fácil é um serviço dos Correios para importar até 3 mil dólares de mercadoria, não ultrapassando 30kg por remessa.

Tenha uma loja virtual para vender produtos importados

Para faturar vendendo produtos importados, vale a pena investir em uma loja virtual própria. Nisso é importante escolher uma plataforma que satisfaça às necessidades do lojista, e, na decisão, deve-se pesar os prós e contras de cada plataforma.

Desta forma, com uma loja virtual ideal para você e para a navegação fácil de seus clientes, será possível tornar a venda desses produtos ainda mais fácil e possibilitando ganhar dinheiro online.

Pense na Logística

Ainda assim, é necessário pensar em uma série de coisas relacionadas à questões logísticas. É preciso analisar formas de importação para saber qual custo-benefício é melhor — é o momento de analisar se uma maior demora na entrega pode valer a pena quando o preço é melhor. 

E, então, é o momento de definir o preço de venda do produto. Deve-se tomar decisões e, antes delas, deve-se pensar nas consequências que trarão. É a única forma de uma pessoa ter maior controle sobre seu negócio e sobre como lucrar vendendo produtos importados.

ANÚNCIO