Cientistas detectam a maior explosão do universo desde o Big Bang

ANÚNCIO

Uma explosão cósmica incrivelmente poderosa em uma galáxia distante quebrou o recorde da luz mais brilhante já vista da Terra.

Explosão teve mais energia que o Sol terá até o fim de sua existência

Se você está se esforçando para imaginar tal coisa, é porque os números por trás dessa explosão – que é um dos maiores eventos dessa natureza desde o Big Bang – são absolutamente impressionantes.

ANÚNCIO

Basicamente, uma enorme quantidade de energia foi liberada através de uma explosão de raios gama a cerca de sete bilhões de anos-luz de distância e, em questão de segundos, criou mais energia do que o nosso sol – a estrela mais próxima de nós – irá gerar em seus 10 bilhões de anos de vida útil.

Cientistas detectam a maior explosão do universo desde o Big Bang
Foto:(reprodução/internet)

Explosões de raios gama são os eventos mais energéticos do universo, e os mais massivos desde o grande que detonou tudo em primeiro lugar.

Evento de curta janela observacional

Bem, isso é de acordo com a Dra. Gemma Anderson, que foi uma das co-autoras do estudo desses eventos recentes.

ANÚNCIO

Anderson trabalhou com 300 cientistas de todo o mundo na descoberta, mas a pesquisa foi liderada por pesquisadores da Curtin University, na Austrália Ocidental.

Cientistas detectam a maior explosão do universo desde o Big Bang
Foto:(reprodução/internet)

Leia também: Cientistas buscaram por vida alienígena em 10 milhões de sistemas solares

É muita sorte podermos ver isso, para ser justo.

Essas rajadas cósmicas vêm de muito longe que só podemos pegá-las quando os raios estão vindo direto para nós, e podem durar apenas alguns milissegundos ou até algumas horas.

Diariamente estrelas explodem

Talvez a coisa mais surpreendente sobre tudo isso é que eventos tão massivos chegam até nós por meio de margens tão minúsculas.

Isso não quer dizer que não sejam pelo menos frequentes. Explosões de raios gama chegam em intervalos completamente aleatórios uma vez por dia.

Cientistas detectam a maior explosão do universo desde o Big Bang
Foto:(reprodução/internet)

Dr. Anderson disse: “Eles são provavelmente produzidos por uma estrela massiva sendo destruída em uma supernova, com a explosão resultante deixando para trás um buraco negro”.

Satélites detectam e enviam relatório para cientístas

Este evento massivo em particular nos atingiu em 14 de janeiro de 2019 e em 22 segundos sua localização foi comunicada, pelos satélites que o detectaram, aos cientistas ao redor do globo responsáveis ​​por eles.

Em sua primeira observação, dois telescópios descobriram partículas de luz que estavam entre 0,2 e 1,0 tera elétron-volts. Em termos científicos, isso é brilhantíssimo.

Imagine, se quiser, a energia criada pelo Grande Colisor de Hádrons, mas é apenas uma partícula de muitas. Existem muitos grandes colisores lá.

Cientistas detectam a maior explosão do universo desde o Big Bang
Foto:(reprodução/internet)
Cientistas detectam a maior explosão do universo desde o Big Bang
Foto:(reprodução/internet)

Caso comprovou modelos científicos

O Dr. Anderson continuou: É um trilhão de vezes mais energético do que a luz visível. Isso o torna a fonte mais brilhante conhecida de fótons TeV no universo”.

Então, por que isto é importante? Bem, eles esperam que brilhe alguma luz sobre como esses eventos, e buracos negros, são criados.

O Dr. Paul Kuin, da University College London, disse: “Agora vimos luz de energia extremamente alta sendo liberada no período pós-luminescência – algo que só foi previsto antes em modelos”.

Cientistas detectam a maior explosão do universo desde o Big Bang
Foto:(reprodução/internet)

Tais eventos são mais frequentes do que se imagina

“Estudos comparativos sugerem que esta não é uma característica incomum”.

De qualquer forma, a esperança permanente é que possamos continuar a observar esses eventos e continuar aprendendo.

Vamos torcer para que eles fiquem tão longe quanto este.

Traduzido e adaptado por equipe Jovem Online
Fonte: Ladbible

ANÚNCIO