Artistas costumam ser mais transgressores do que o resto da sociedade? Como isso influencia a carreira?

Segundo a definição mais completa, crime é o mais grave entre os diferentes tipos de infração penal, é definido conforme a gravidade do ato, além de outros fatores previamente estipulados no código penal brasileiro, assim como ao redor do mundo, existindo algumas variações em cada lugar, podendo um ato ser aceitável em um determinado país e em outro não.

Porém, podemos concluir rapidamente que qualquer infração ao código penal ou a qualquer outra lei, é vista, obviamente, como um infração, transgressão ou de certa forma, afronta às regras estipuladas pelos "representantes da sociedade", os políticos legisladores, executores ou fiscalizadores das leis.

É certo que muitos "intelectuais" acabam por discordar de diversas regras absurdas e muitas vezes descabidas impostas por governantes que acabam por "escorregar" numa ignorância sem tamanho e preferem se atarefar na impessoalidade dos papéis do que sair para viver a realidade que está em torno.

Daí porque muitas pessoas seguirem a teoria de Robin Hood, que em um dos filmes clássicos, deixa como mensagem a seguinte frase:

"Quando o estado oprime o povo, o fora da lei assume seu papel na história"

Assim, muitas pessoas aderem a propósitos tão inovadores como a Sociedade Alternativa de Raul Seixas ou filosofias como a de Bob Marley, dentre outros pensadores.

Muitos governantes acabam confundindo narrador com ator e com autor e acabam pensando que uma música pode ser apologia ao crime, embora não digam o mesmo de um filme que mostre cena de assassinato, e acabam fazendo uma "lambança total".

Ainda assim, artistas iniciantes precisam no mínimo ter mais consciência daquilo que acontece à sua volta, sem "julgar tanto" com preconceitos pré-impostos pela "sub-sociedade",

Ao mesmo tempo, precisam cuidar da imagem, mas sem preocupação excessiva. O Choque Cultural entre o que o artista pensa e o que a sociedade entende, pode se transformar num abismo. Acredite, não subestime a sociedade! A platéia não é burra, mas a sociedade é!

Quando paramos para avaliar friamente, percebemos que o "Estado/Governo", é líder em cometer infrações, por não garantir a integridade física do preso (que pode até ser inocente e estar preso indevidamente), quando não garante a dignidade humana, quando censura a liberdade artística, e podemos chegar a questões mais polêmicas como corrupção.

Porém, no meio em que vivemos e com pensamentos tão diversificados,  encontramos na sociedade diversas formas de transgressões. Veja se você já cometeu uma infração ou um crime que talvez você nem saiba que é algo "proibido":

1. Você já fumou ou fuma maconha?
2. Você já comprou DVD ou CD pirata?
3. O Sistema Operacional do Seu computador ou Algum Programa É Pirata? Tem certeza? Você pagou a licença? A Pessoa que Formatou instalou o Programa Original?
4. Você Baixa Músicas ou Filmes Piratas?
5. Você Compartilha Fotos de Pessoas em Situações Constrangedoras, Menores Brigando, Pessoas Que Sofreram Acidente?
6. Você Compartilha Fotos "Chocantes" de Pessoas Mortas em Outros Países, Animais Mortos ou Vídeos do Gênero?
7. Você Respeita Os Limites de Velocidade Quando Está Dirigindo?
8. Você comete Bullyng ou Já Cometeu Bullyng com seus colegas? Mesmo que Só pela "Zueira"?
9. Você já tentou dar um "H" na operadora de telefone ou na TV a Cabo para resgatar o sinal sem pagar a conta?
10. Você já recebeu troco a mais, percebeu e não devolveu?

Pois é! Bem vindo ao "mundo do crime"!
Artistas costumam ser mais transgressores do que o resto da sociedade? Como isso influencia a carreira? Revisada por Nelson Gazolla em 12:48 Avaliação: 5
Todos os direitos reservados Jovem Online © 2015

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.