Homem fura quarentena alegando que estava indo comprar um aquário para seu sapo

ANÚNCIO

Um homem que alegou que estava dirigindo para comprar um aquário para seu sapo está entre 174 pessoas multadas em Victoria nas últimas 24 horas.

Várias são as desculpas para furar a quarentena

O homem estava “dirigindo de forma irregular” em Brimbank, no oeste da cidade, disse a Polícia de Victoria, quando foi parado.

ANÚNCIO

Ele havia viajado por vários subúrbios e além do limite de 5 km de casa.

Outras pessoas multadas incluem uma mulher que “saiu para comprar um refrigerante” depois das 20h e um homem que deu ré na Calder Freeway para evitar um posto de controle.

Homem fura quarentena alegando que estava indo comprar um aquário para seu sapo
Foto:(reprodução/internet)

Ele disse à polícia que estava “indo à fazenda de um amigo para ajudar com seus novos cabritos”.

ANÚNCIO

Um homem sentado na estação de Upfield, no norte da cidade, depois das 20h, que também não usava máscara, disse à polícia que sabia sobre o toque de recolher, mas “não ligava”.

Homem fura quarentena alegando que estava indo comprar um aquário para seu sapo
Foto:(reprodução/internet)

Das multas, 31 foram por não usar máscara e 55 por violar o toque de recolher das 20h às 5h.

Estado registra o menor número de casos em um mês

A polícia verificou 4.578 pessoas em residências, empresas e em locais públicos.

Homem fura quarentena alegando que estava indo comprar um aquário para seu sapo
Foto:(reprodução/internet)

Victoria registrou o menor número de casos de coronavírus em um mês, enquanto o primeiro-ministro implorava aos residentes que continuassem a fazer o teste, mesmo que apresentassem os sintomas mais leves.

Além disso, mais 17 pessoas perderam a vida com o vírus no estado, elevando o número de mortos de Victoria para 334.

Mais de 600 pessoas encontram-se hospitalizadas

As fatalidades incluem um homem na casa dos 60 anos, uma mulher e um homem na casa dos 70, duas mulheres e quatro homens na casa dos 80 e quatro homens e quatro mulheres na casa dos 90.

Das mortes, 13 estavam relacionadas com cuidados a idosos. Um total de 230 pessoas idosas sob cuidados morreram no estado e 1970 turnos foram preenchidos por enfermeiras.

Há 665 vitorianos no hospital, incluindo 45 pacientes em terapia intensiva e 32 em ventiladores.

 

Traduzido e adaptado por equipe Jovem Online
Fonte: 9news

ANÚNCIO