O que Esperar de Toy Story 4

O primeiro filme de Toy Story foi lançado em 1995, conhecido como o primeiro filme da história do cinema a ter sido compilado inteiramente por ferramentas de computação gráfica, produzido pela produtora Pixar Animation Studios.

Foi estreado no dia 20 de Junho de 2019 (quinta-feira), o filme Toy Story 4 com (1h e 40min), que encerra a saga de Woody nos cinemas Brasileiros este final de semana, dirigido pelo diretor Josh Cooley. Toy Story 4 traz Woody (Tom Hanks) e Buzz (Tim Allen) em uma nova aventura, além de apresentar personagens inéditos, como Garfinho (Tony Hale), Patinho (Keegan-Michael key), Coelhinho (Jordan Peele) e Gabby (Christina Hendricks).

PROPAGANDA
O que Esperar de Toy Story 4

Foto: (divulgação/Disney)

A animação protagonizada pelo caubói arrecadou cerca de milhões em bilheterias no Brasil até este domingo (23). O diretor e o produtor revelaram ao ComicBook.com que ficaram decepcionados por terem que tirar um assustador Papai Noel de brinquedo do filme, pois era um personagem muito querido por eles e pelos fãs.

Toy Story 4 parece compreender muito além de tudo o que já era explorado nos filmes anteriores. Há uma maturidade temática e emocional que cria uma relação de proximidade justamente com a morte e muito mais profundo com a morte em vida. Se no anterior as cenas finais concentram o que de mais dolorido poderia surgir da relação entre os brinquedos e Andy o fim da infância e a libertação simbólica dela para a continuidade de um ciclo, nesse existe uma competente dispersão de situações e valores durante todo o filme.

Se a persistência de Woody por jamais deixar um brinquedo para trás é levada ao extremo, ela (a persistência) encontra uma função carregada de significados. Garfinho, nesse sentido, não é somente um talher descartável remexido e reelaborado por uma criança. Ele é, em um primeiro olhar, a materialização de uma criação, é a primeira ideia de Bonnie sobre o que é ter algo seu. O filme já está disponível nas bilheterias em todo o Brasil.

Veja o ranking de bilheteria no último fim de semana no Brasil:

1. “Toy Story”: R$ 34,9 milhões
2. “Aladdin”: R$ 5,8 milhões
3. “MIB: Homens de Preto – Internacional”: R$ 4,1 milhões
4. “X-men: Fênix negra”: R$ 2,7 milhões
5. “Rocketman”:R$ 1,5 milhões
6. “Casal Improvável” :R$ 1,2 milhões
7. “Patrulha Canina: super filhotes”: R$ 1,2 milhões
8. “Dor e Glória”: R$ 730 mil
9. “Vingadores: Ultimato”: 396 mil
10. “John Wick 3 – Parabellum”: 228 mil

PROPAGANDA