100 filmes que todo ator deveria assistir | Parte 4

 [SPOILER] A lista está sensacional!

No quarto capítulo do nosso especial sobre "100 filmes que todo ator deveria assistir", abordamos alguns diretores consagrados como Lars Von TrierMiloš Forman, além da atuação genial do Marlon Brando em "Uma Rua Chamada Pecado" de 1951 . Vamos lá? Preparem a pipoca e que comece a maratona do final de semana!

Medeia 1988

A direção de Lars Von Trier faz deste filme um olhar chocante sobre a mente perturbada de uma mulher desprezada e abandonada. A vingança de Medéia é terrível mas nunca inacreditável. Ela faz o que qualquer pessoa em sã consciência faria se fosse destituída de tudo aquilo que ama. O filme marca a mente do espectador e lhe deixa com um duradouro sentimento de como a miséria humana pode se manifestar.






Um Estranho no Ninho 1975

Randle Patrick McMurphy, um prisioneiro, simula estar insano para não trabalhar e vai para uma instituição para doentes mentais, onde estimula os internos a se revoltarem contra as rígidas normas impostas pela enfermeira-chefe Ratched, mas ele não tem ideia do preço que irá pagar por desafiar uma clínica "especializada".







A Vingança do Ator 1963

Em uma excursão com seu grupo de teatro kabuku, Yukinojo, ator principal da trupe, acaba cruzando com os três homens que levaram seus pais ao suicídio, 20 anos antes. Yukinojo então trama sua vingança, primeiro seduzindo a filha de um deles e depois os levando à ruína.








Uma Rua Chamada Pecado 1951

Blanche (Vivien Leigh) vai visitar sua irmã grávida e o marido dela, Stanley (Marlon Brando), que não gosta dela e começa a forçá-la a falar sobre uma propriedade que sabe que foi deixada para as duas. Aos poucos o clima entre Stanley e Blanche vai ficando cada vez mais pesado. O filme é uma aula de interpretação por parte de Brando e Vivien Leigh.







A Viagem dos Comediantes 1975

A partir das experiências dos atores de uma companhia teatral, o filme retrata o período de 1936 a 1952 na história da Grécia, passando por uma ditadura, a ocupação nazista e a guerra de libertação iniciada em 1945, entre outros acontecimentos. 








O Sacrifício 1986

Família burguesa sueca celebra o aniversário do patriarca Alexander, escritor e ator aposentado. Porém, tudo muda com a notícia do início da III Guerra Mundial.








O Show Deve Continuar 1979

Joe Gideon (Roy Scheider é um diretor de cinema e coreógrafo mulherengo, que trabalha simultaneamente na edição de seu filme e nos ensaios de um musical. Nisto ele sofre um enfarte e, com a vida por um fio, revê momentos da sua vida, transformando-os em sua imaginação em números musicais. Sua atenção é disputada por 4 mulheres: sua namorada, a ex-esposa, a filha e a Morte, representada por uma bela loira vestida de branco, que conversa com ele de forma bem instigante.





Amor à Flor da Pele 2000

Chow Mo-Wan (Tony Leung), editor de um jornal, se muda com sua mulher para um novo prédio. Quase ao mesmo tempo, Su Li-Zhen (Maggie Cheung), uma linda secretária, e seu marido, um executivo, também se mudam para o mesmo edifício. Com seus companheiros frequentemente viajando a trabalho, Chow e Li-Zhen passam quase todo tempo juntos, como bons amigos. Eles têm muito em comum, desde compras até artes marciais. Logo, ficam chocados ao descobrir que seus companheiros estão tendo um caso. Machucados e irritados, encontram conforto em sua crescente amizade, mesmo quando resolvem não fazer o que os dois infiéis fizeram.



O Anjo Azul 1930

Alunos de ensino médio trocando figurinhas durante a aula. É com este cenário que começa a lenta, porém crescente, degradação da vida do professor de artes e ciência, Immanuel Rath (Jannings). Quando este descobre serem as figurinhas fotos de mulheres semi-nuas conseguidas na casa de espetáculos Anjo Azul, que seus alunos frequentam, Rath vai lá tirar satisfações com os garotos, e acaba conhecendo a cantora de cabaré Lola Lola (Dietrich).






Tudo o Que o Céu Permite 1955

Cary Scott (Jane Wyman) é uma respeitável viúva da alta classe média, que sente-se frustrada mas reencontra o amor ao se apaixonar por Ron Kirby (Rock Hudson), seu jardineiro. Apesar de ser 15 anos mais velha e ter um casal de filhos já crescidos, ela decide assumir esta paixão. Entretanto Cary encontra preconceito em vários de seus amigos íntimos e até mesmo nos filhos, que não aceitam que a mãe tenha tal relação.







por Ronaldo Ramos.

Perdeu a terceira parte? Veja abaixo:


100 filmes que todo ator deveria assistir | Parte 4 Revisada por Ronaldo Ramos em 10:50 Avaliação: 5
Todos os direitos reservados Jovem Online © 2015

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.